Contador de visitas

contador grátis

terça-feira, julho 24, 2007

CARIDADE


Segundo a doutrina espírita, bem como os próprios ensinamentos bíblicos, esta é a maior forma de demonstrarmos amor a Deus. Afinal, estarmos ajudando a um de seus filhos, estamos agradando antes de tudo nosso Eterno Pai.

Mas quanta tristeza ao verificarmos no dia a dia, que muitos seguidores de diversas ramificações religiosas, apenas se degladeiam numa eterna auto afirmação de SER O ÚNICO REPRESENTANTE DE CRISTO NA TERRA. Dando vazão assim apenas a soberba tanto criticada por Cristo Jesus.

Basta avaliarmos as escrituras sagradas e verificarmos que a única religião que ele pregou, foi o amor a Deus e nosso semelhante, jamais afirmando que este ou aquele estaria certo. Este mesmo Mestre e Irmão nosso, nos ensinou a sermos tolerantes com nossos irmãos, a suportarmos as agruras da vida, com tenacidade em nossa fé. E hoje, enquanto acontece verdadeira batalha por uma causa sem justificativa, muitos adeptos se encontram jogados na sarjeta das ruas, outros passando fome com suas famílias, outros abandonados à própria sorte ainda pequeninos.

Será que este é o ensinamento de Jesus? Podemos afirmar que não. Ele tão somente amou sem ser amado, padeceu sem odiar àqueles que o imolaram feito cordeiro na hora do inevitável sacrifico. E como se não bastasse, suas últimas palavras foram para pedir perdão para seus algozes.

Não pretendemos de forma alguma criticar a quem quer que seja, apenas desejamos, que ao invés de batalhas por um posto de alto satisfação, fossem essas forças dedicadas a ajudar àqueles que sofrem pelo abandono e sofrimento de todas as formas.

Texto de Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi Lambanranguange Odé Mutaloiá. Escritor, Pesquisador, Vice-Presidente da UNESCAP, União Espírita Capixaba.

Contatos:

odemutaloia@pop.com.br

odemutaloia@hotmail.com