Contador de visitas

contador grátis

sábado, setembro 27, 2008

CADA DIA, UMA NOVA ESPERANÇA

A vida, sempre nos traz dificuldades, tristezas e várias outras mazelas, mas, se estivermos contritos com Deus e com nossos Orixás e Guias Protetores, com certeza superaremos tudo e veremos que a luz nunca deixou de brilhar em nossas vidas.

Lágrimas nunca deixarão de correr em nossas faces, mas, com a sabedoria de quem realmente tem fé, e essa, inabalável, saberemos entender que essas lágrimas são na verdade, purificações de nossos espíritos ainda errantes.

Com um pouco de dedicação diária em orações e súplicas ao Criador, e a seus Ministros, os Orixás, iremos superar os obstáculos e com certeza teremos um amanhã melhor.

Devemos nos lembrar de que, nada acontece por acaso em nossa vida. Se hoje somos privados do sorriso, basta que tenhamos fé, e no amanhã nosso sorriso será ainda mais belo e irradiante. Porém, se nos deixarmos abater pela dor e tristeza, não conseguiremos suplantar as agruras da vida.

A fé, nada mais é que a certeza de que Deus existe e olha por nós. Temos que entender que seu tempo é diferente do nosso, e também o tempo dos Orixás, pois que esses vivem o tempo de Deus e não o da matéria. Mantermos essa certeza é a melhor forma de alcançarmos a plenitude que necessitamos.

Temos que lembrar de uma frase de Shakespeare que disse: “não há noite tão longa que não encontre o amanhecer”. E realmente, quem de nós viu uma noite infinita? Tudo nesse mundo é finito e também a dor e sofrimento.

Por outro lado, devemos nos lembrar das palavras de Deus: “há tempo para chorar, tempo para sorrir, para plantar e para colher”. Sim, devemos nos ater a essas palavras acima de tudo, pois que mais que simples palavras, são uma promessa, uma promessa de que venceremos se nos mantivermos ao seu lado.

Nossos Orixás por seu lado, também nos ensinam muito, e um de seus ensinamentos, nos diz que eles nunca nos prometeram uma dia sem sol, uma semana sem chuva, uma hora sem alegria, alguns momentos sem paz. Ao contrário, eles apenas nos prometem estar ao nosso lado nesses momentos onde nosso destino se cumpre independente das nossas vontades ou das vontades deles.

Se olharmos com mais amor, veremos em tudo, a vontade de nosso Amado Pai Celestial, e assim conseguiremos enxergar que: A CADA DIA NASCE UMA NOVA ESPERANÇA!

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi Lambanranguange: Odé Mutaloiá. Babalorixá, escritor e pesquisador.

Contatos:

odemutaloia@hotmail.com

odemutaloia@gmail.com

quinta-feira, setembro 25, 2008

BUSCA DE CONHECIMENTOS


Essa é uma eterna atitude do ser humano: sempre buscar mais conhecimento. Graças a essa busca incansável é que chegamos ao nível que chegamos com relação a muitas coisas. O homem sempre buscou e sempre buscará o conhecimento de todas as formas possíveis, mas, é necessário que essa busca seja feita de modo racional e respeitando os limites de cada um.

Nunca devemos, por exemplo, ultrapassar as barreiras do suportável por nossa mente, pois que estaríamos adentrando por caminho que não o do crescimento, mas o de nossa destruição. Não devemos jamais, tentar alcançar coisas que não nos são pertinentes ou competentes.

Nunca devemos tentar explicar o inexplicável, como por exemplo, os mistérios de Deus e de seus Ministros, nossos Orixás. Pois que assim estaríamos expondo nossa mente a algo que ela com certeza não suportaria. Temos que aceitar que algumas coisas são para serem aceitas e nunca entendidas.

Temos que aprender que o conhecimento tem que ser posto em nossas mentes aos, poucos, feito água que se dá a um sedento, que se ingerida em demasia e de uma só vez, ao invés de ser benéfica, torna-se maléfica. Conhecimento se adquire aos poucos, uma gota e outra ali, assim nosso cérebro, armazena e transcreve com mais segurança e sem falhas.

Muitos dos pensadores como Nietzsche, acreditavam, e os de hoje ainda acreditam, que conhecimento sem discernimento, de nada nos serve.

Ao adentrarmos nos mistérios de nossos Orixás, temos que entender que são coisas de milênios e milênios que estamos aprendendo. Que estamos lidando com fatos e seres que remontam o início da humanidade e de nosso planeta estaria assim, nossa mente capacitada para processar tudo isso de forma rápida e sem um parâmetro de separação?

Se tomarmos o conhecimento da mesma forma que um bom vinho, ou seja, saboreando aos poucos, veremos que nossa mente o processará de forma mais sólida e que, dificilmente perderemos o que nos foi ensinado. Mas, se por outro lado, mergulharmos nele como náufragos em desespero, veremos que dentro de poucos dias, teremos perdido muito do que nos foi passado.

É importantíssimo que tenhamos sempre à mão, livros e apostilas de tudo que nos interessa, e, aos poucos, dia após dia, leiamos uma página aqui e outra ali, para darmos tempo de nosso cérebro, computar aqueles dados, armazenando-os de forma que problemas e atropelos do dia a dia, não nos corroa tudo que lemos, ouvimos e consequentemente aprendemos. Tenhamos paciência ao aprender, para que o aprendizado seja salutar ao nosso corpo e nossa alma.

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi: Odé Mutaloiá.
Babalorixá, escritor e pesquisador.

Contatos:

odemutaloia@hotmail.com

odemutaloia@gmail.com

sábado, setembro 20, 2008

ALERTA DAS ELEIÇÕES


Nesse período, muitos candidatos se aproximam de nós, prometendo empenho no combate à discriminação e intolerância religiosa, dizendo-se a favor de todas as religiões e blá, blá, blá...!

Não nos deixemos enganar! São lobos vestidos de cordeiro! Após conseguirem se eleger serão os primeiros a nos perseguir. Suas portas estarão fechadas para nós devido a nossa fé.

Saibamos escolher nossos candidatos. Observemos se ele vem de uma classe evangélica, pois que são FALSOS MENTIROSOS E MEDÍOCRES! Temos que aprender a escolher um candidato que realmente se comprometa com nossas causas! Busquemos apoiar candidatos que realmente sejam da Umbanda e Candomblé, porém que não sejam politiqueiros! Pois que já vi muitos que fingem também para apenas conquistarem nossos votos, mas depois de eleitos, se transformam em algozes de seus confrades.

Quantos de nós não sofremos com a perseguição? Basta que olhemos ao nosso redor e veremos que apenas nos observam e ao terem a primeira oportunidade, nos ferem sem dó alguma.

Voltemos nossa atenção primordialmente para nossos direitos, declarados na Declaração dos Direitos Humanos da ONU e também na Constituição de nosso País. Saibamos o que temos de direito e obrigações, pois não existe um sem o outro, e busquemos o apoio da justiça, reportemo-nos aos jornais e todo tipo de Imprensa para denunciarmos esses políticos que ao invés de fazerem valer os direitos do cidadão, legislam em causa própria não estando nem aí para o que sofremos.

Fechemos nossas portas para esses candidatos de outras religiões e abramos as nossas para os que são umbandistas e candomblecistas e assim veremos esse quadro se modificar!

Sérgio Silveira. Tatetú N’Inkisi Lambanranguange: Odé Mutaloiá.

Babalorixá, escritor e pesquisador.

odemutaloia@hotmail.com

odemutaloia@gmail.com

quinta-feira, setembro 18, 2008

CLAMOR ELEITORAL

Mais um pleito eleitoral se aproxima e com ele mais uma frustração para mim e para centenas de milhares de umbandistas e candomblecistas: Nenhum candidato de nossa religião. Muito me preocupa e entristece tal situação, afinal mais uma vez entregamos a chance de revertermos o quadro da intolerância e perseguição que sofremos em nosso dia a dia.

Ligo minha T.V e apenas vejo candidatos que se confessam cristãos, seguidores de igrejas das mais diversas, mas nenhum membro de nossa classe. É necessário que recomecemos a olhar com outra ótica nossa situação, pois que enquanto evangélicos e católicos elegem simpatizantes e participantes de sua filosofia, nós espíritas, nem mesmo nos preocupamos em observar se tal candidato é membro do PARTIDO DA INTOLERÂNCIA.

Por que, me pergunto; que não nos empenhamos em eleger políticos comprometidos com nossa classe? Por que sempre elegemos de forma direta membros de igrejas e não de terreiros? Vergonha? Ou quem sabe por que não temos o discernimento para conhecermos os bons entre os maus?

Clamo a todos os irmãos que nos unamos e elejamos nossos candidatos, pois que somente assim seremos ouvidos verdadeiramente nesse país. Observemos que esses outros, apenas se dizem contra a perseguição e outras coisas, mas depois de eleitos simplesmente somem ou se escondem em seus gabinetes, guardados por seguranças e NUNCA MAIS OS VEREMOS, E OUVIREMOS DIZEREM-SE CONTRÁRIOS A INTOLERÂNCIA E DISCRIMINAÇÃO RELIGIOSA.

Suplico aos céus que nos conceda a coragem para encararmos mais quatro anos de atraso em nossa fé. Mais quatro anos nos quais seremos massacrados pelos mesmos políticos que hoje nos pedem votos.

Engraçado: na hora da eleição, somos iguais a qualquer um (na cabeça deles, pois somos iguais aos demais). Depois que se pegam eleitos e sustentados por nossos impostos, aí meus queridos a coisa muda de um momento para outro.

Observemos em quem vamos votar, busquemos um termo de compromisso dele com nossa causa e estejamos prontos para cobrar, pois o sofrimento continuará para nós.

Que Olorúm nos conceda a graça de sobrevivermos mais quatro anos.

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi: Odé Mutaloiá.

odemutaloia@hotmail.com

segunda-feira, setembro 15, 2008

Oração a Oxalá


Salve Oxalá, força divina do amor, exemplo vivo de abnegação e carinho!

Nós vos rogamos, ó bondoso Mestre, a Vossa proteção para que, possamos sentir em nossos corações, cada vez mais viva, e chama do nosso amor por Deus e por todas as suas criaturas.

Derramai Vossa benção por sobre todos nós e especialmente por sobre aqueles que se encontram recolhidos às casas de saúde, manicômios e penitenciárias, por sobre todos os que nascem neste momento e, ainda, muito especialmente pelos que desencarnaram e se dirigem, já em espírito, ao mundo invisível, para o ajuste de contas.

Proteção ó Pai Oxalá!...Força e proteção para todos os que palmilham o caminho do bem, e misericórdia para os que vivem no mal e para o mal, esquecidos de si próprios.

Assim Seja !

sábado, setembro 13, 2008

A FÉ REMOVE MONTANHAS

Eis uma célebre frase de Jesus Cristo! Sim, a fé remove montanhas, a exemplo do que nos ensinou nosso amado Mestre, temos que manter nossa fé inabalável, pois que somente com ela poderemos suplantar as dificuldades que encontramos em nosso dia a dia.

É comum encontrarmos pessoas que perderam sua fé nos Orixás, Guias e até mesmo em Deus, por causa de problemas que buscava solução, mas não encontrou. Temos o hábito de jogar as culpas de nossos fracassos em alguém, porém nos esquecemos de analisarmos nossas vidas, nossas atitudes e nos falta coragem para vermos o quanto erramos.

Se formos olhar os textos bíblicos, veremos que Jesus ensinou que nossa fé tem que ser como o grão de mostarda, pois que se assim ela existir, bastará que digamos a uma montanha: “Muda-se daqui para lá, e ela se mudará”.

Nessa metáfora, vemos que a montanha, é justamente nossos problemas, nossas dificuldades. Temos que encara-los por maiores que sejam, e termos a certeza absoluta de que a solução virá em tempo hábil.

Ao invés de reclamarmos, choramingarmos, e até mesmo blasfemarmos, devemos buscar a essência de Deus dentro de nós; seu sopro de vida divino que ele plantou dentro de nosso subconsciente e de nossa alma, e assim encontraremos a vitória sobre nossos problemas.

Muitas vezes é difícil mantermos nossa sanidade espiritual dado a uma problemática maior. Mas nesses momentos é que temos a obrigação de buscar nosso Pai sobre todas as coisas, mostrarmos a ele nossa fé e amor, e com certeza seus mensageiros virão até nós e nos ajudarão na elucidação de nossos problemas.

Se agirmos assim, se mantivermos nossa fá inabalável, veremos que a solução veio no momento certo e que nossas dificuldades nem eram tão grandes como imaginamos.

Mas, se por outro lado, deixarmos nos levar por sentimentos inadequados à Santidade de Nosso Pai e de seus Mensageiros, estaremos nos condenando a uma destruição certa e irreparável.

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi Lambanranguange: Odé Mutaloiá.

odemutaloia@hotmail.com

odemutaloia@gmail.com

terça-feira, setembro 09, 2008

ESTÁ FALTANDO A SINCERIDADE

Cada dia que passa, encontramos mais pessoas que apenas buscam enganar seu semelhante, não importando se no amanhã estarão despidos da confiança que alguém neles depositou.

Enredam-se sempre em um mar de mentiras, numa podridão sem dimensões e ainda se acham no direito de criticarem aos que se negam em compartilhar, compactuar com seu mar de lama.

Mentem para seus clientes, para seus filhos de santo, e também, esses, mentem descaradamente para seus zeladores. Tentam nos enredar em suas mentiras como se fossemos crianças e acreditássemos em tudo que nos dizem.

Muitas vezes vemos pessoas passando por algumas dificuldades, tentamos ajudar, mas, essas se negam a abdicarem desse hábito no mínimo nojento que é o de mentir e caluniar. Apenas reclamam que sua vida está ruim, mas são incapazes de olhar além de seus umbigos e verem que se afogam no mar de lama criado por eles mesmos.

Onde foram parar os valores como: hombridade, verdade, caráter, sinceridade, honestidade e outros?

Pergunto-me isso dias e dias sem que consiga enxergar uma resposta coesa. Claro que ainda existem algumas pessoas com essas virtudes, mas elas sofrem muitíssimo, pois os contrários a esses hábitos saudáveis preferem excluí-los de seu convívio, pois os chamam de: “idiotas otários” e outros termos que nem mesmo valem à pena serem lembrados.

Esquecem-se, porém que otários e imbecis são eles, que perdem preciosos momentos de suas vidas nessa vergonhosa atitude de mentir.

Falta a sinceridade em nossa religião, mas, não somente dos zeladores, mas, também por parte dos filhos de santo, que muitas vezes preferem difamar seus zeladores e zeladoras, do que admitirem que sua vida está ruim, que seus caminhos estão fechados, por culpa sua tão somente.

Pratiquemos mais a sinceridade, usemos mais a verdade, e veremos que as coisas com certeza mudarão para nós, afinal nossos orixás estão vendo cada passo que damos.

Sérgio Silveira, Tatetú N’Inkisi: Odé Mutaloiá.

odemutaloia@hotmail.com

odemutaloia@gmail.com