Contador de visitas

contador grátis

segunda-feira, abril 05, 2010

DEDICAÇÃO AO NOSSO ORIXÁ

Algumas pessoas, por mais que frequentem uma casa, muitas vezes deixam a desejar no tangente à dedicação ao Orixá de sua cabeça, bem como com a própria casa onde foi iniciado.

Temos que nos ater, que não basta visitarmos a casa em dia de festa ou quando chamados por nosso zelador. A casa assim como os Orixás, precisa de uma dedicação constante de nossa parte, bem como da parte de todos os que frequentam aquele ambiente para que a mesma possa existir em condições de nos atender quando dela precisarmos.

Da mesma forma que temos que manter nosso Santo com vela e comida seca, a casa que frequentamos e onde temos nosso Santo, também precisa ser mantida com recursos financeiros para que possa assim nosso zelador, ter as condições que necessita para atender a todas as pessoas que de uma forma ou de outra necessitem ou venham a necessitar de qualquer tipo de intervenção em seus problemas.

Temos que nos lembrar, que vivemos em um mundo moderno, onde alguns itens são imprescindíveis, como: água, luz, gás e outros. Se participamos de uma igreja seja ela qual for, teremos que pagar o dízimo, pois, dele é que sairá a manutenção daquele templo, assim por que nos omitirmos com relação à casa de Santo?

Ao ajudarmos na manutenção da casa, estamos também nos dedicando ao nosso Orixá, uma vez que o mesmo, ali vive e goza dos benefícios, principalmente quando de nossas obrigações. Não é justo de forma alguma que um zelador arque com as despesas de uma casa de santo e nós, filhos ou frequentadores simplesmente nos achemos no direito de negar nossa ajuda.

Orixá é dedicação acima de tudo, lembremo-nos disso, e saibamos agir com carinho para com ele e com a manutenção do Templo onde recorremos em nossos momentos mais difíceis.

Tatetú N’Inkisi Lambanranguange: Odé Mutaloiá.