Contador de visitas

contador grátis

quinta-feira, janeiro 31, 2013

HOMOFÓBICOS? SIM!



Muito na moda hoje em dia, a tal da homofobia. Todos ameaçam prender, etc., e tal por conta desta nova lei. Acho justo, pois quem de nós, míseros seres humanos, temos o direito de julgar a quem quer que seja tão somente pela sua orientação sexual?

Mas, o que irrita, tira mesmo do sério, é que as religiões, ditas cristãs praticam a homofobia aos quatro ventos, e ninguém faz nada para coibir esse absurdo. Vejamos o exemplo: determinada bancada evangélica jura que homossexualismo tem cura, com tratamento psiquiátrico e com o “Nome de Jesus”. Coitado de Cristo, já não tem coisa de mais para se ocupar? Então, me vem a pergunta: onde estão as leis e o judiciário, que nada fazem?

Daí vem a bendita da igreja católica. Condena o homossexualismo, condena o uso de camisinha, e ninguém também faz nada para coibir o abuso. A impressão que me dá, é que para a igreja de Roma, quanto mais pobre no mundo, melhor, pois assim, tem mais gente para ser manipulada, e não corre o risco de perder seu império.

Porém, quanto ao homossexualismo, combatem os pobres. Pois se for um gay de televisão como tem muitos, os padres vão aos programas, cantam, batem palmas, afinal é status!

Se for um rico, milionário, sim, pode tudo! Afinal, nada que uma boa doação do papai não resolva no céu e garanta assim o vivente sua entrada nos portões de São Pedro. Se é que São Pedro lá está esperando alguém, mas vá lá.

Apenas queria saber quando cairão as máscaras e a igreja santa de Roma, aplicará penas severas, como entregar para a polícia, por exemplo, os padres que abusam de crianças em suas paróquias. E olhem que isso ocorre no mundo todo.

Por outro lado, essas mesmas religiões, nos acusam de tudo: satanismo, bruxos e bruxas, macumbeiros, de praticarmos magia negra e segue a lista que é imensa.  Mas engraçado: não condenamos ninguém por sua orientação sexual, ao contrário, aceitamos a todos, pois cremos que tudo e todos são filhos do mesmo Pai.

Não vendemos água da torneira dizendo que veio do Rio Jordão, não impomos condições financeiras para quem deseje apenas o perdão por seus erros. Dividimos o pouco que temos com os que nada têm, buscamos emprego junto àqueles que são empresários e outros, para os que frequentam nossas casas, não tiramos das pessoas um R$1.00 que seja dizendo que é para “as obras do Senhor”, não divulgamos milagres, não incitamos invasão te templos, não difamamos ninguém, nenhum de nossos templos ou todos eles juntos arrecadam sequer R$20.000 por ano, que dirá mais de R$20 bilhões como foi divulgado no JB online, ente no link e veja: http://www.jb.com.br/economia/noticias/2013/01/27/jornal-igrejas-arrecadam-r-20-bilhoes-no-brasil-em-2011/, e mesmo assim somos apunhalados a todo o instante.

Eu de minha parte, em minha insignificante existência, me nego a abaixar minha cabeça para igreja, seja ela qualquer uma. Não sigo regras de catolicismo, e acho um absurdo seguirmos as mesmas dentro do Candomblé. Exemplo: na quaresma não se faz nada para Orixá, pois o mesmo está longe da Terra. Será mesmo? Ao que eu saiba, quaresma é uma data católica, que nem mesmo na Bíblia está. E mais: esta mesma igreja, além de praticar estupro, e de condenar uma criança que foi estuprada e tão somente porque abortou o filho que o vagabundo do estuprador pôs em seu ventre, perdoou o estuprador. Lembram-se disso?

Pois é, essa mesma igreja queimou muitos negros, torturou das formas mais violentas possíveis, pois alegavam que negro não tinha alma. E hoje querem que eu obrigue filho de santo meu assistir missa depois da feitura? Nem morto!

Não me abaixo para eles nem para ninguém, pois enquanto nos perseguirem e continuarmos dando crédito, seguindo seus preceitos, estaremos assinando o atestado de que, a razão está com eles.

Querem que eu me curve? Pois bem: que ao menos entreguem os padres pedófilos para a polícia, pois aí sim, estarei vendo uma religião e não um bando de urubus vivendo da carniça dos outros. Parem de dizer que não podem batizar filho de quem não é casado, mas, se for filho de estrela de TV ou de rico batizam.

Cansei de tanta hipocrisia, de tanta mentira. E enquanto isso, os evangélicos, para todos batem palmas para eles. Pastores se vestem de branco como se fossem chefes de terreiro. Será que ninguém vê que isso é marketing para tirar dinheiro dos outros?

Mas os endemoniados somos nós. Agora pergunto: somos nós que adoramos o capeta, ou SÃO ELES O VERDADEIRO CAPETA?

Dentro de nossa fé, cremos que cada um traz sua bagagem para esse mundo, e que se uma pessoa nasceu homossexual, não temos o direito de lhe jogar pedras, até porque não sabemos o fez em sua vida passada. 

Mas eles, os ditos cristãos, apedrejam sem dó nem piedade, maltratam, humilham e ainda se dizem: “eleitos por Cristo para entrar no Céu”.

Por isso e muito mais, amo minha religião e quem quiser conviver comigo tem que saber que sou candomblecista sim, e tenho muito orgulho de meu Pai Odé e todos os Orixás.

Que o MP olhe com mais atenção a essa homofobia dentro das igrejas. Pois eles SÃO HOMOFÓBICOS SIM. ( Apenas para informar: sou étero, casado e pai de três filhos ok?)