Contador de visitas

contador grátis

quarta-feira, setembro 25, 2013

A HOMOFOBIA E SUAS CAUSAS NOS TEMPLOS DE UMBANDA E CANDOMBLÉ



Hoje não falarei de fundamentos ou de outros assuntos do Santo, mas, desejo aproveitar a ótima quantidade de visitas que tenho em minha página, para falar de algo repugnante em nosso meio: a homofobia.


Foi sancionada em todas as instâncias de nosso Brasil a Lei contra a homofobia, ou seja: todos que discriminam uma pessoa por sua orientação sexual é criminosa perante a lei, mas isso somente vale pelo que vejo, para pobres e negros, como sempre foi no Brasil.


Temos uma lei tão bonita, que protege tanto aos homossexuais, mas, somente no papel essa lei funciona dado que temos o Sr. Marcos Feliciano, na Presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, chega a ser uma brincadeira de mal gosto. Vemos diariamente este senhor, incitar o crime de pré-conceito e intolerância, sem falar no de perseguição e nada é feito para coibir tais atos.  O que temos aí, é tão somente uma retroação nos direitos da população brasileira e estamos, creio eu, caminhando para um período de inquisição, mas desta vez por parte dos evangélicos.


A perseguição contra os LGBTs, (Lésbicas, Gays Bissexuais e Trangêneros) não é nova nem é prioridade do Brasil. Aqueles que têm um pouco mais de idade como eu, se lembram da perseguição que os Gays sofriam nos EUA e por parte do mesmo seguimento: evangélicos. Havia inclusive naquele país, os que defendiam que eles, os Gays nem mesmo tinham o direito a voto, pois lá como aqui, eram considerados aberrações.


O que me causa repugnância, é ver que esses mesmos que tanto são combatidos, atacados de todas as formas vis, são cidadãos como outros quaisquer, pois que, pagam seus impostos, votam, trabalham, contribuem enfim, para a manutenção dessa máquina que deveria cuidar para que seus direitos fossem respeitados. Mas, preferem se manter neutros, e permitir que uma verdadeira caça às bruxas seja feita em pleno século XXI.


Erram os que acreditam que essa perseguição nada tem a ver com nossa religião, pois que, dentro de nossos barracões, existem nossos filhos e muitos deles, são homossexuais e assim sendo são parte dessa minoria que sofre com a descarada perseguição mantida com dinheiro público. Vejo com frequência, filhos de santo meus e de outros barracões, serem apedrejados na rua, nas escolas, no trabalho, e até mesmo em suas casas, onde deveriam ter seu SAGRADO DIREITO DE DESCANSO RESPEITADO. Infelizmente, nossos governantes e representantes legais, como Deputados Federais e Estaduais, Senadores, Governadores, e todos das esferas governamentais, e inclusive os TRIBUNAIS DE JUSTIÇA que são sim, mantidos com nossos impostos, fecham os olhos e permitem o ABUSO DE TODOS OS ABUSOS.


Da mesma forma, nossa religião é atacada e nada é feito para coibir OS ABUSOS DESSA MASSA QUE SE INTITULA CRISTÃ, pois que Cristo nunca perseguiu a quem quer que fosse. Vimos recentemente, o Sr. Marcos Feliciano, dizer que “negro não tem alma”, repetindo com isso, a mesma barbaridade da Igreja Católica, que professava essas mesmas palavras tão somente para abençoar o tráfico de escravos, pois era de interesse do Barões e de toda a cúpula da alta sociedade da época que contribuíam generosamente para o enriquecimento dos cofres do Vaticano.


Não sou homossexual, não faço parte dessa parcela de pessoas que sofrem, mas, sou de uma religião que sofre a cada dia mais, com as imposições desses políticos de meia tigela, que buscam somente seu enriquecimento ilícito. Sou perseguido devido a meu credo, de todas as formas possíveis e imagináveis, até mesmo dentro do seio de minha família, pois que não comungo de seus ideais. Somos taxados de adoradores do capeta, de satanistas e muitas outras coisas que não ouso repetir, e apenas me pergunto: onde está a laicidade do Estado, que se cala perante isso tudo?


Vivemos em épocas difíceis e conturbadas dentro de nossa fé, e sabemos que há bem pouco tempo atrás sofríamos com a mesma perseguição e tínhamos nossas casas invadidas pela polícia. Recordo-me de pessoas mais velhas que eu, contando que para terem suas casas de Santo funcionando, tinham inclusive que fazer exame mental, para provarem não serem portadores de doenças mentais.


E hoje o que vemos é diferente? NÃO! Isso podemos afirmar, pois basta que nos declaremos Candomblecistas ou Umbandistas, para sermos atacados sem a mínima piedade por esses verdadeiros seres abomináveis. Usam a palavra de Deus, para incitarem seus seguidores que na grande maioria não possuem estudo, a declararem guerra contra quem nunca os agrediu. Vejo ainda negros, que deviam defender a herança de seus ancestrais, apedrejarem a fé que esses aqui deixaram, sem ao menos procurarem saber o que significa a palavra Candomblé.


Então, o que de diferente existe na perseguição contra nossa fé e a homofobia? Não existe diferença alguma, isso posso garantir. Julgam, apedrejam, mas usam do direito da Constituição de não pagarem impostos em seus templos, para enriquecerem cada vez mais e com isso terem mais poder de fogo contra quem nada faz de errado e tão somente não comunga de sua mesma fé.


Me pergunto ainda, o porquê da Presidente da República ter sancionado a lei instituindo o Dia Nacional da Umbanda, se nada é feito para garantir o direito de quem pratica essa fé. Gostaria que me explicassem, o porquê também de os Ministros do Supremo Tribunal Federal e da OAB Nacional, não tomarem partido a favor de quem está sendo massacrado todos os dias e de forma impiedosa, sendo que, TANTO A JUSTIÇA COMO SEUS REPRESENTANTES, SÃO MANTIDOS COM DINHEIRO ORIUNDO DE IMPOSTOS, E ESSES IMPOSTOS, NÓS PAGAMOS DA MESMA FORMA QUE QUALQUER OUTRA PESSOA DE QUALQUER RELIGIÃO E ORIENTAÇÃO SEXUAL. Por isso mesmo, defendo o fim da impunidade parlamentar, defendo o fim de salários para políticos, que vivam de suas profissões, se possuem uma, que vão dar seu jeito e arrumar emprego de verdade.


Precisamos meus irmãos, de buscar na Justiça formas de fazer com que se calem aqueles que nos apedrejam. Precisamos cobrar do Estado, uma posição final contra essa leva de improbidades que todos os dias são jogadas em nossa cara e de nossos filhos de santo, clientes e amigos. Não cabe dentro de uma sociedade como a nossa, esse tipo de atitude arcaica e imbecil. Se sofrem os homossexuais, sofremos com eles, pois somente quem sofre a perseguição pode saber o dano que ela causa em nossa vida.


Combatamos pois a homofobia, porque ao contrário do que pregam esses ignorantes, os homossexuais, não são nenhuma aberração. São sim, pessoas comuns e que precisam de amor, carinho e amparo de todos nós, inclusive e principalmente, dos que são mantidos com nosso dinheiro.


Ou acham vocês, que eles, os hipócritas, perseguem somente os homossexuais? Ou deduzem que não exista algo mais profundo por trás de tudo isso?


Eles, insistem em ligar homossexualismo com o Candomblé, alegando que somos coniventes com a homossexualidade, e em determinado ponto estão certos sim. Mas não que sejamos coniventes da forma criminosa como querem fazer crer a população. Apenas entendemos que cada ser humano tem um destino e que esse é dado por Olorúm, Deus, em sua supremacia.


Bom, se homossexuais são aberrações, o que dizer então de animais que também são homossexuais? Na própria natureza, no reino animal, existem sim, animais homossexuais. E nem por isso deixam de ser os mesmos animais criados por Deus.


Então assim sendo, a homossexualidade nada tem de monstruoso, nada de anormal, apenas é uma face da natureza que não entendemos. Aliás, muito pouco ou nada da natureza compreendemos de verdade. O que ocorre é que vivem os paradigmas, adotados pelo Sr. Constantino, quando este compilou a bíblia, de forma que seus erros e suas atrocidades fossem vistas como corretas.

Vivem e seguem um evangelho que nada tem de verdade com os verdadeiros pergaminhos que são encontrados todo o tempo, e isso não sou eu quem o digo mas é propagado por empresas sérias como o History Channel e outras e são veiculadas em redes mundiais de t.v. isso basta para pormos um ponto final em toda essa estória de que, homossexuais, são aberrações, são amaldiçoados etc. e tal.


Não cabe mais em nosso seio a intolerância seja lá com o que for.  Não digo que entre os homossexuais não existam os bons, trabalhadores e os maus. Mas em todo lugar existem pessoas boas e más. Porém, prefiro seguir um ditado de minha mãe biológica: “não existe um bom sem defeito, nem um ruim sem qualidade”.


Então não temos o direito de julgar um, por causa de todos. Ou por acaso, não existem boas e más pessoas dentro das igrejas? O fanatismo é a verdadeira causa de tanta intolerância em nosso meio. Se olharmos, a grande maioria das guerras foram causadas pelo fanatismo religioso e pela ganância do ser humano.


Não podemos permitir mais, que pessoas sejam massacradas porque estamos indo em desencontro com tudo que aprendemos sobre perdão e intolerância. Sejamos civilizados e paremos de agir como trogloditas que simplesmente atacavam e matavam os que não eram de suas tribos.


Paz, amor, fé e tolerância, eis o que precisamos para que o mundo seja um lugar melhor para todos e que a paz reine entre os homens.


Tatetú N’Inkisi: Odé Mutaloiá.