Contador de visitas

contador grátis

domingo, fevereiro 07, 2016

E mais um Carnaval chega, mais uma vez os Orixás nos aguardam


Mais um reinado de momo nos chega e com ele a alegria de muitos e  a festança tão esperada. Mas, e o que pensam nossos Orixás sobre isso? Bem, quando ainda era yawô na casa de minha saudosa zeladora,  aprendi que pessoas do Santo não brincam Carnaval, pois que, sempre, desde os primórdios dessa festa, foi a mesma profana, e em nossos tempos atuais, quem ronda o mundo e , nos coloca à mercê de tudo e de todos é Exú.  Mesmo sendo ele um Orixá, está sim, pronto a fazer tudo que lhe for pedido, afinal, essa é sua missão. Muitas pessoas usam da força de Exú somente para o mal, e assim sendo, podem perfeitamente usar essa entidade para causar danos a seus desafetos. Assim sendo, ficamos completamente sem defesa durante esses dias.
Um outro fator muito importante, é que, desde os tempos mais antigos, podemos nos basear em Roma, onde o Carnaval sempre existiu, é que, os foliões aproveitam ao máximo do uso da bebida alcoólica e com isso ficavam à mercê de espíritos inferiores que usam essa energia proveniente da bebida para colocarem as pessoas sob seu julgo. E, com certeza  o mesmo ainda ocorre. A prova disso, são as inúmeras brigas, roubo, derramamento de sangue que vemos nas estatísticas nos meios de comunicação.
Então, como podemos garantir que durante essa festa nosso Orixá estará presente ao nosso lado? Sabemos que, na  Roma antiga, essa festa era em prol do deus baco e que, era este, o deus da bebedeira e de todos as extravagâncias causadas por ela. Não afirmo que essa é uma festa do capeta, até porque nem mesmo temos a prova de sua existência.  Mas, afirmo baseado em tudo que aprendi com os antigos em nossa fé, que, esta é sim, uma comemoração que devemos evitar. Me lembro que nos idos dos anos 1970, 1980, frequentava eu, a Tenda Espírita São Jorge,  e lá, o nosso mentor, Caboclo da Mata Virgem,  nos orientava a evitar essa festa, pois que, Exú andava solto durante esses dias, e nada os controlava.  Dizia ainda que, tanto os Caboclos como os Pretos Velhos, Marujos e demais guias de luz, se  afastavam sim, da Terra para somente voltarem depois da festa profana terminar.
Bem, se tantas pessoas mais velhas assim nos orientavam, por que, vamos s agir de forma diferente?  Precisamos nos acautelar em nossos dias, pois cada vez mais nos colocamos a inteira disposição de seres que nada de bom m para nos oferecer, ao contrário,  fazem de tudo para tirarem ainda mais nossa paz e alegria de viver.
Alguns nem mesmo sabem os ritos que temos que praticar antes dessa data, já outros, até mesmo orientam seus filhos a brincarem no Carnaval. Não estou julgando a quem quer que seja, mas, segundo os antigos de nossa fé,  não nos pertence de forma alguma esse divertimento. Por que não seguirmos asa orientações desses que se foram desse mundo?  Por que me pergunto, nos mantermos na falsa ideia de alegria que a bebida e o  abuso da mesma nos traz? Será que nossos antepassados não sabiam o que falavam? Posso afirmar que sim,  sabiam perfeitamente ou e falavam e a prova disso é a forma que  as coisas estão na atualidade e de como  sofremos nesse mundo.
Mas, nossos Orixás nos aguardam depois da festa e veremos o que nos dizem quando a bebedeira passar e voltarmos a sã consciência. Devemos nos ater mais ao que nos falavam os antigos, e buscarmos dentro de sua sabedoria e obediência aos Orixás, a forma correta de seguirmos nesse mundo, pois que, mais dia, menos dia o deixaremos e aí então será tarde demais para o arrependimento, pois a hora do ajuste de contas chegou.